PortalGuaratiba

O portal da comunidade de Guaratiba.

Servindo à comunidade

Divulgando as notícias

Pedra de Guaratiba
Barra de Guaratiba
Ilha de Guaratiba

Notícias de Guaratiba

Saudades de Burle Marx.

14 anos sem o nosso paisagista.

Esta semana está fazendo 14 anos da morte de Roberto Burle Marx.

Texto extraído da Reportagem do Jornal do Brasil de 4 de junho de 1994

O paisagista e artista plástico brasileiro, Roberto Burle Marx, 84 anos, morreu no início da madrugada de hoje (4/6/1994), de insuficiência cardíaca, no sítio em que morava aqui em Guaratiba. Alamandras, orquídeas e alpineas, flores de seus jardins, ornaram o ateliê onde foi velado.

Reunindo arte e natureza, suas duas grandes paixões, Burle Marx compôs com Oscar Niemeyer e Lúcio Costa o cerne da estética modernista, definindo o gênio da Arquitetura Moderna Brasileira. No lugar de paredes pesadas, a leveza da estrutura. Nos traços, em vez do caos urbano, a simplicidade funcional das largas avenidas. Ao invés da importação dos modelos de jardins europeus, a exaltação da beleza e da variedade da florística tropical. A concepção desconcertantemente simétrica de seus projetos abstratos era da mesma extração dos traços de Niemeyer e dos espaços de Lúcio Costa. Aspectos essenciais de suas incontáveis criações paisagísticas. Bastaria circular no Rio de Janeiro, onde o artista viveu a maior parte de sua vida, para conhecer a expressão de seu talento na orla da cidade ou na sublimidade ambiental dos Jardins do Aterro do Flamengo. A sua excelência conquistou o mundo, com a realização de projetos em todos os continentes.

A incansável busca da plenitude

Pintor, escultor, tapeceiro, desenhista, designer e ceramista, Burle Marx foi ainda escritor, cantor lírico e colecionador de arte. Incondicionalmente dedicado, acreditava que só poderia ser um artista em sua plenitude desenvolvendo suas habilidades em todas as áreas.

E assim construiu o seu legado, plantando a semente da consciência da preservação ecológica, do respeito ao meio ambiente no Brasil, proclamados vastamente no seu trabalho pioneiro e inventivo. Reconhecimento premiado pelas mais respeitadas agremiações internacionais, genialidade injustamente ao relento na valorização nacional."

| 06.06.2008 | Leia mais sobre Burle Marx

Pedra de Guaratiba e Sepetiba terão festas de Reveillon.

Prefeitura deve preparar 11 festas para o réveillon 2009 no Rio.

A prefeitura do Rio deverá realizar festas em 11 pontos da cidade no réveillon 2009: Praia de Copacabana, Praia de Ipanema, Praia da Barra da Tijuca, Lagoa Rodrigo de Freitas, Parque do Flamengo, Praia da Bica (Ilha do Governador), Praia de Sepetiba, Pedra de Guaratiba, Ilha de Paquetá, Praia de Ramos e Igreja Nossa Senhora da Penha.

A programação pode incluir shows de música, dança, espetáculos pirotécnicos e luminosos, esporte e lazer e outras formas de entretenimento e as propostas, a serem entregues até 31 de julho, devem incluir informações como croquis dos palcos, estrutura de suporte, orçamento e cartas de apoio de patrocinadores e parceiros.

Nesta terça-feira, a Secretaria Especial de Turismo e a Riotur apresentaram o caderno de encargos para o réveillon 2009 do Rio de Janeiro, com as condições básicas para a promoção da festa.

| 06.06.2008 |

82,7 milhões para educação.

Uma parte desse dinheiro virá para Guaratiba.

Seis decretos publicados nesta segunda-feira, no Diário Oficial, liberaram créditos que totalizam R$ 82,7 milhões para diversos programas e atividades da Secretaria Municipal de Educação. Os recursos se destinam a ações promovidas pelo Órgão Central e pelas dez Coordenadorias Regionais de Educação.

Entre os destaques, estão as verbas que serão destinadas a obras em diversas escolas, incluindo reformas estruturais, impermeabilizações, novas quadras esportivas e construção de novas unidades em Rio das Pedras e Guaratiba.

Os créditos também serão destinados à ampliação do Programa Ônibus da Liberdade para atender alunos de áreas carentes de transporte público na Zona Oeste, aquisição de uniformes para estudantes dos ensinos Fundamental e Infantil e compra de livros para os professores.

| 06.06.2008 | São vários projetos veja se o seu está na relação

Entrega do dinheiro seria na Estrada do Magarça.

Mulher é presa em Guaratiba por participação em crime de extorsão.

Acusada de participação em crime de extorsão, Luana da Silva Moreira Bispo, de 23 anos, foi presa por policiais do Regimento de Cavalaria Coronel Eny Cony dos Santos (RCCECS), durante a madrugada deste domingo, em Guaratiba, Zona Oeste do Rio.

De acordo com a polícia, Luana era engarregada de pegar dinheiro com um homem que caiu no golpe do falso seqüestro. De dentro de um presídio, um interno ligou para a vítima e pediu R$ 500 para libertar sua mulher e filha. A possível vítima conseguiu ligar para as duas e percebeu que o sequëstro era mentira. Ele ligou para a polícia, que foi até o local marcado com Luana para a entrega do dinheiro, na Estrada do Magarça.

Presa em flagrante, ela contou aos policiais que foi obrigada a cometer o crime por Sérgio Luís Rodrigues Martins, que estaria preso em Bangu II, no Complexo de Gericinó. Na unidade, considerada de segurança máxima por estar equipada com bloqueadores de celular, ficam internos da facção Povo de Israel, conforme reportagem publicada por O Dia.

O grupo é formado por presos rejeitados por outras facções, como estupradores, homossexuais e aqueles que por algum motivo são considerados traidores dos demais grupos, como Comando Vermelho, Amigos dos Amigos e Terceiro Comando Puro. O PVI, como é conhecido, é apontado como responsável por cerca de 90% dos casos de disque-extorsão praticados no estado. A prática é proibida pelo CV dentro das unidades carcerárias, por exemplo. Luana foi levada para a 35ª DP (Campo Grande).

| 06.06.2008 | Fonte: Jornal - O DIA

Poluição na Baía pode até deformar peixes.

Pescado de Sepetiba corre risco de ser contaminado por metais pesados.

Nem sempre o que cai na rede é peixe — pelo menos para o consumo humano. Exemplares com deformidades são cada vez mais comuns na Baía de Sepetiba, castigada por vazamentos de produtos químicos. O fato tira o sono de mais de oito mil pescadores na região. Em busca de melhores condições, começam a se deslocar para outras áreas. Viram refugiados ambientais. Em todo o Estado do Rio, 70 mil pescadores estão ameaçados pela poluição. O DIA abriu domingo série sobre refugiados do clima, os que migram após mudanças ambientais, como os da Baía de Sepetiba.

O biólogo da Fundação Instituto de Pesca do Estado do Rio (Fiperj) Antônio Gomes capturou na região peixes com deformações: “Há alteração no tamanho de olho, espécimes cegos e com protuberâncias que podem ser tumores”, diz. Segundo ele, que estuda conjunto das espécies de peixes —, ainda faltam trabalhos que relacionem poluição e deformidades. Mas acredita nesta explicação. “Os hábitos alimentares dos animais estão diferentes”, diz.

Produtos químicos como cádmio, zinco e arsênio vazaram da falida Ingá Mercantil em sucessivos desastres nos últimos 20 anos. A cada nova dragagem e com as obras de instalação da Companhia Siderúrgica do Atlântico (CSA), na Baía de Sepetiba, esses metais pesados, assentados no assoalho oceânico, são revolvidos. Se consumidos regularmente, pescados dessa região podem causar problemas digestivos e até câncer.

| 06.06.2008 | Veja reportagem completa de Daniela Dariano e Elcio Braga no DIA