PortalGuaratiba

O portal da comunidade de Guaratiba.

Servindo à comunidade

Divulgando as notícias

Pedra de Guaratiba
Barra de Guaratiba
Ilha de Guaratiba

Notícias de Guaratiba

Livro 'À mesa com Burle Marx' recupera 60 receitas do artista.

Assinado pelas arquitetas Cecília Modesto e Claudia Pinheiro

Monique Cardoso, JB Online

Paisagista, arquiteto, pintor. Em agosto do ano que vem comemora-se o centenário do homem que desenhou os mais bonitos jardins do Rio. A data começa a ser lembrada nesta quarta-feira, às 12h30, de uma das maneiras que ele mais gostava: com um almoço.

O evento marca o lançamento do livro de arte À mesa com Burle Marx, assinado pelas arquitetas Cecília Modesto e Claudia Pinheiro, que recupera, com imagens de dar água na boca, 60 receitas que o artista servia nos memoráveis almoços que deu, ao longo de quatro décadas, em seu sítio, em Pedra de Guaratiba. A obra chega às livraris com 20 capas diferentes, reproduzindo as toalhas de mesa que ele fazia questão de pintar para servir seus convidados.

– Burle Marx era um homem que sabia viver. O que ele mais gostava era celebrar a vida. Sua obra será muito revisitada agora, mas quisemos mostrar como ele era na intimidade, um homem multifacetado – descreve Claudia Pinheiro.

Com a ajuda de Cleofas Cesar, companheiro do arquiteto e seu cozinheiro oficial, a dupla reuniu mil e um ingredientes e refez as receitas, passo a passo. Foram atrás das toalhas que ele pintava, e não raro distribuía aos amigos e convidados dos almoços. À mesa, no sítio, já sentaram nomes como Margareth Mee, Mercedes Sosa, o ex-presidente de Portugal Mario Soares, Alfredo Volpi, Le Courbusier, Lucio CostaEvinha Monteiro de Carvalho, o casal Lina e Pietro Maria Bardi, Pablo Neruda, Vinicius de Moraes.

Cecília, que trabalhou com Burle Marx por 20 anos, é filha do arquiteto Hélio Modesto, participou dos almoços praticamente desde que nasceu. Claudia também já foi convidada.

– Havia almoços quase todo sábado. Para poder receber, ele era capaz de vender um quadro. As pessoas chegavam por volta das 11h, 12h. A cozinha virava a sala de estar – lembra Cecília. – Depois, ele ia para o piano cantar árias de ópera. Amava Wagner.

O arquiteto Haruyoshi Ono, hoje à frente do escritório Burle Marx, freqüentou o sítio desde 1965, quando foi contratado pelo paisagista que encheu de verde o Aterro do Flamengo.

– No começo, eu me sentia acanhado de estar ao lado daquelas pessoas, arquitetos famosos que eu conhecia dos livros. Mas le nos deixava à vontade – narra Haru, como é conhecido – No início, quando só ele cozinhava, eu me oferecia para cortar alho, cebola, descascar batatas.

Para Haru, o onjetivo de Burle Marx era fazer com que os convivas começassem a comer com os olhos.

– O que me chamava mais a atenção era o capricho como ele decorava os pratos, com mil cores e uma inventividade enorme. Não era difícil ele reunir cem pessoas lá.

| 19.12.2008 | fonte:

Foi inaugurado o Planetário na Cidade das Crianças.

Capacidade para 88 espectadores e um auditório para 130 pessoas.

Fernanda Thurler, Jornal do Brasil

O Rio de Janeiro acaba de ganhar um novo planetário. Muito longe da Zona Sul, onde se concentra a maioria dos equipamentos públicos, a nova filial foi construída na Cidade das Crianças, em Santa Cruz (Zona Oeste). Com material digital de primeira, que, além de simular o céu noturno, projeta a imagem por toda a cúpula, o novo planetário, segundo o secretário das Culturas, Ricardo Macieira, é o mais moderno da América do Sul. Depois de anos de obras e um investimento de R$ 7,3 milhões, os jovens da região ganharam mais uma opção de entretenimento.

– A secretaria vem tentando descentralizar os equipamentos culturais do Centro e da Zona Sul. A Zona Oeste é uma região esquecida, com a função cultural pouco estimulada – admitiu o secretário.

O planetário da Cidade das Crianças, inaugurado no último domingo, tem capacidade para 88 espectadores, um auditório para 130 pessoas, uma sala de aula para 30 alunos e abriga duas exposições: 14-Bis, sobre a invenção de Santos Dumont, e Pequenos companheiros, que aborda a evolução dos satélites desde o lançamento do primeiro artefato artificial (o Sputnik).

– O que nós queremos é transformar a vida das pessoas, mostrar um universo novo, lúdico. Apresentar aspectos das manifestações artísticas culturais que podem incentivar a formação de novos talentos. Criar as crianças em um ambiente muito melhor para que, no futuro, elas possam ser cidadãos bem informados, capazes de escolher seu futuro – definiu Macieira.

Sessões

Junto com os equipamentos de última geração, a Fundação Planetário importou dos Estados Unidos seis programas que podem ser exibidos na cúpula. Até agora, apenas um foi traduzido e já está à disposição do público. O vídeo Maravilhas do universo tem 25 minutos de duração e pode ser visto, gratuitamente, de manhã e à tarde em seis sessões: 10h, 10h45, 11h30, 14h, 14h45 e 15h30. As senhas são distribuídas meia hora antes de cada apresentação.

– O programa tem diversos efeitos especiais, e as imagens podem ser vistas na cúpula inteira do planetário – revelou Alexandre Cherman, astrônomo e gerente do planetário da Cidade das Crianças. – Diferentemente do planetário da Gávea, onde há uma bola no centro da cúpula, no novo qualquer projeção se espalha em 360º.

Para o futuro, o objetivo da Fundação Planetário é firmar parcerias com escolas e professores para que desenvolvam projetos extracurriculares no auditório e na sala de aula. O planejamento ainda inclui, como já existe na Gávea, o desenvolvimento de um projeto social para estudantes do ensino médio, que serão treinados para atender ao público visitante, com a recompensa de uma bolsa de estudo.

– O Rio é a cidade que tem o maior número de unidades de ensino. São 1.058 escolas e mais de 780 mil alunos. O ensino não pode ficar restrito à sala de aula. Tem que haver uma convergência entre cultura e educação. E o planetário é uma excelente ferramenta – concluiu o secretário.

| 19.12.2008 | fonte:

Turismo sustentável & inclusão social em Guaratiba.

Projeto Guaratiba Nativa

O objetivo principal do projeto é capacitar jovens de baixa renda moradores dos bairros de Pedra de Guaratiba, Barra de Guaratiba e Ilha de Guaratiba, no Rio de Janeiro, para ingressar, permanecer e crescer no mercado de trabalho no setor de Turismo.

A região de Guaratiba apresenta alto índice de desemprego entre jovens moradores locais que, preparados de forma profissional, podem ser absorvidos em sua mão de obra para o trabalho de acordo com a demanda dos serviços locais, que envolvem a Gastronomia, a Hotelaria, o Esporte de aventura, o Ecoturismo e o Paisagismo.

As localidades citadas estão situadas em áreas verdes e praias de grande atrativo turístico, com Manguezais de Guaratiba,Trilhas nas matas , praias pouco conhecidas e rede gastronômica importante e já consolidada na região. Além disso, a rica produção de artes local e suas oficinas proporcionam, também, oportunidades de empregabilidade aos jovens.

A região de Guaratiba está entre os pólos de maior potencial turístico divulgados pelos órgãos oficias de Turismo do Rio de Janeiro, com Riotur e Secretaria Municipal de Esporte e Turismo, abrigando, inclusive, acervos raros com rica história local, que podem tornar-se pontos de visitação para os turistas domésticos e estrangeiros através de monitores jovens capacitados pelo projeto - auxiliadores dos Guias turísticos.

Para fazer parte do programa, os candidatos deverão atender aos seguintes pré-requisitos:

  • renda familiar de até três salários mínimos;
  • idade entre 16 e 24 anos;
  • aluno do Ensino Médio da rede pública.

    As Empresas do setor de turismo podem ser parceiras do programa Guaratiba Nativa oferecendo oportunidades de estágio e emprego para os jovens participantes. Os jovens são preparados e treinados para atuarem nas áreas de alimentos e bebidas, hospedagem, viagens e turismo, ecoturismo, esportes de aventura e paisagismo.

    As empresas podem optar por uma das modalidades de absorção da mão de obra, tais como:

  • Termo de Estágio
  • Contrato de Aprendizagem
  • Programa Nacional de Primeiro Emprego
  • Contrato Formal de Trabalho

    Enormes benefícios advirão do programa. Para a sociedade como medida preventiva e profilática para segurança pública ao inserir seus jovens no mercado de trabalho, para as empresas que terão sua imagem associada a um programa de responsabilidade social além de contar com mão de obra qualificada na região. E, principalmente para os jovens que poderão contar com novas expectativas de vida.

    Os cursos iniciais, estruturados em períodos semestrais, com carga horária total de 580 horas, com previsão para início em MARÇO/2009, em Barra de Guaratiba e, posteriormente, estendidos a Pedra de Guaratiba e Ilha de Guaratiba são:

  • TREINAMENTO EM BATENDER (MASCULINO E FEMININO)
  • TREINAMENTO EM GARÇOM
  • TREINAMENTO EM RESERVAS E RECEPÇÃO
  • MONITORES EM ECOTURISMO
  • QUALIFICAÇÃO EM TURISMO RURAL
  • Mais informações Instituto Socioambiental Terranativa TELS.:2439-8498 / 2490-5699 / 8591-7270 / 8811-8838

    | 19.12.2008 | www.institutoterranativa.org.br

    Rua dos Cajueiros em Guaratiba.

    Muita lama e milhares de buracos dificultam o trânsito dos moradores.

    Recebemos a seguinte denúncia de um leitor do Portal:

    "Bom dia, prezados senhores gosto muito deste site, e através do mesmo gostaria de saber se há possibilidades de estar colocando a minha indignação com relação à minha rua.

    Moro na rua dos cajueiros, em Guaratiba, e quando não há milhares de buracos, é uma imensa poeira, minha mãe idosa, teve que fazer uma cirurgia nos olhos pela poeira; já conseguimos falar diretamente com a rádio Tupi , mais ainda nada, de repente colocando no site tem algum resultado."

    O que podemos dizer ao Gilber é que sua rua que antes era tida como "Caminho dos Cajueiros" portanto não oficial, teve oficialmente proposto seu reconhecimento como logradouro público pelo Projeto de Lei Número 1685 de 1991 da Vereadora Bambina Bucci.

    No texto oficial o Projeto apresenta os sequintes termos:

    RECONHECE COMO LOGRADOURO PÚBLICO E DÁ O NOME DE CARMEM DIAS SOARES AO CAMINHO DOS CAJUEIROS (NÃO OFICIAL), COM 700 METROS DE EXTENSÃO E 10 METROS DE LARGURA, LOCALIZADO NA ESTRADA DO MATO ALTO, A 300 METROS APÓS A ANTIGA ESCOLA MUNICIPAL MONTEIRO LOBATO, EM GUARATIBA.

    Se houver interesse é só dar uma olhadinha no andamento do projeto no seguinte link: http://cmrj3.cmrj.gov.br/ofc/scripts/tramitproj.asp?tipo=Lei&numero=1685&ano=91

    Pelo que nós podemos observar, passou em todas as comissões, mas não conseguimos verificar se foi aprovado e promulgado, seria necessário maior pesquisa.

    Esse fato é relevante para que os moradores possam encaminhar um pedido à prefeitura de calçamento da Rua Carmem Dias Soares (antiga Cajueiros), agora considerada logradouro público, assim, com todo o direito de ser urbanizada.

    | 19.12.2008 |

    Novo Club de Lazer em Guaratiba.

    WestVille é um lindo club de lazer familiar.

    Transcrevemos o folder de propaganda do club para dar uma pequena descrição do espaço. O portal agradece e dá os parabens pela iniciativa. É sempre bom contar com uma estrutura de lazer de qualidade. Boa sorte aos proprietários.
    O Westville é um complexo de lazer e entretenimento multifuncional construido em uma área de 80.000m², cercado pelo verde da Mata Atlântica, a apenas 20 minutos da Barra da Tijuca.

    O Westville é uma instituição voltada exclusivamente para o lazer e o entretenimento da família. Para isso, contamos com uma completa infra-estrutura com duas piscinas, toboágua, playground infantil, salão de jogos, sauna a vapor, campo de futebol, quadra de volei, futevolei e peteca, churrasqueiras, restaurante, bares, sorveteria, pesque-pague, jogos eletrônicos e muito mais....

    São 80.000m² de área verde integrada à Mata Atlântica, abarca toda infra-estrutura para sediar eventos de diferentes tamanhos e naturezas, pronto para atender dos mais variados tipos de eventos: sociais, de lazer, escolares, esportivos, turísticos e empresariais. Além da disponibilização da sua estrutura física, o Westville também possui uma equipe qualificada e motivada a garantir o sucesso do seu evento.

    Segundo seu material promocional, inscreva-se no cadastro do club e concorra a um final de semana com sua família. Boa Sorte.

    Concorra a um final de semana.

    | 19.12.2008 |

    Buraco em Barra de Guaratiba é risco para motoristas e moradores.

    Piscina de esgoto a céu aberto que está se formando no início da Estrada da Vendinha, em Barra de Guaratiba.

    Essa enorme cratera com águas imundas se abriu devido as fortes chuvas que tivemos no Rio de Janeiro. Mas o que me deixa indignado é o fato da Cedae passar o tempo todo por ali e se fingir de cega.

    Já ocorreram alguns acidentes com pessoas que não viram o buraco e caíram nele. Carros ficaram presos, pois alguns motoristas não enxergam o buraco, localizado em uma parte que é quase imperceptível. Além do risco de acidentes, há ainda o mau cheiro, a água suja, ratos e baratas. Solicito a algum órgão competente providências para o caso.

    Através de nota, a assessoria da Nova Cedae esclarecer que, de acordo com o decreto assinado entre o Governo do Estado e o município, a manutenção da rede de esgotamento sanitário nesse bairro é de competência da Prefeitura.

    É importante informar tambem que outros buracos que estão surgindo no Caminho Chico Buarque de Holanda em Barra de Guaratiba.

    | 19.12.2008 |Fonte: