PortalGuaratiba

O portal da comunidade de Guaratiba.

Servindo à comunidade

Divulgando as notícias

Pedra de Guaratiba
Barra de Guaratiba
Ilha de Guaratiba

Notícias de Guaratiba

Eduardo Paes visita obras do Projeto Saneando Sepetiba.

O prefeito Eduardo Paes visitou no último domingo, dia 29/11, as obras do Programa Saneando Sepetiba e inaugurou as ruas Projetada, Helena Ferraz, Ciro dos Anjos, Herotilde dos Santos e Adhemar da Nóbrega, que já tiveram as intervenções finalizadas.

Com investimentos de R$ 174 milhões, em uma parceria da Prefeitura com o Governo Federal e a Caixa, o Saneando Sepetiba levará rede de esgoto a uma região que abrange 60 mil moradores e três bairros: Sepetiba, Pedra de Guaratiba e Praia da Brisa.

As intervenções incluem saneamento, pavimentação e urbanização da área. A intervenção, que atenderá cerca de 335 ruas, tem previsão de término para abril de 2010. Serão construídas, ainda, duas estações de tratamento de esgoto (ETE), em Sepetiba e em Pedra de Guaratiba.

| 03.12.2009 |

BuscaPé, líder em comparação de preços na América Latina

4ª Mostra de Talentos das Escolas Municipais da 10ª CRE.

Escolas de Guaratiba participaram da mostra de talentos.

Este ano a Mostra não aconteceu na Cidade das Crianças como nos anos anteriores, e sim no Centro Cultural de Santa Cruz. Segundo o Blog do Projeto "Uma câmera na mão, um microfone e muitas vozes" do professor de artes cênicas Cláudio Garcia, a transferência da Cidade das Crianças para o Centro Cultural de Santa Cruz prejudicou um pouco devido à falta de estrutura, tendo em vista que na Cidade das Crianças as apresentações aconteciam num Teatro de 400 lugares.

Ainda segundo o Blog, o forte calor não impediu que as apresentações de música, teatro, dança e vídeo fossem ótimas. Os trabalhos de artes visuais dos alunos da Rede que estavam expostos no local também agradaram a garotada.

"Na quinta(26) Eram cerca de 200 adolescentes de diversas escolas que assistiram atentos a tudo que rolou de 10h às 15h.

Nossos vídeos "O COLAR" E "ADREMUED" foram exibidos e muito elogiados ao final. Os atores subiram ao palco e adoraram o resultado final do vídeo" , destaca o professor.


| 03.12.2009 | Veja vídeos "O COLAR" E "ADREMUED" no Blog do Projeto

Auto escola de Guaratiba envolvida em fraude do DETRAN.

O juiz Alcides da Fonseca Neto, da 11ª Vara Criminal da capital, manteve o afastamento de 9 funcionários do Detran (Departamento de Trânsito) do Rio de Janeiro, acusados de formação de quadrilha, concussão (exigir vantagem indevida em razão do cargo que ocupa), corrupção ativa e passiva. A decisão é da última quinta-feira, dia 19 de novembro.

Segundo denúncia do MP-RJ (Ministério Público do Rio de Janeiro), o grupo cobrava entre R$ 200 e R$ 800 de candidatos para a obtenção da 1ª via ou renovação da CNH (Carteira Nacional de Habilitação) e até mesmo para retirar pontos de infrações no trânsito do cadastro, a fim de evitar a perda do registro.

Segundo o juiz, relatório da Corregedoria do Detran aponta a necessidade do afastamento dos réus, uma vez que a ação penal da 11ª Vara Criminal é apenas a "ponta do iceberg" em matéria de corrupção no departamento. "O afastamento dos aludidos servidores se apresenta como medida mais do que necessária a fim de que não pairem quaisquer dúvidas de que ao final deste processo não reinará a impunidade daqueles que forem considerados culpados", afirmou o juiz na decisão.

Segundo o MP, os réus influenciavam na escala de examinadores das provas práticas e na cooptação de candidatos às facilidades por eles vendidas.

Além dos nove funcionários do Detran, são réus no processo Jorge Rômulo Alo, ex-proprietário da Auto Atlântica, e Ruzen Neves Bandeira, vulgo Guaratiba ou Sepetiba, proprietário da Auto Escola Guaratiba. Os servidores públicos afastados e acusados dos crimes são Alberto de Araújo Pinto, Nelson Teixeira Sobrinho Júnior, o Nelsinho; Luiz Sergio de Abreu, o Luizão; Carlos Alberto Mendes Araújo, o Filé; Lucia Helena Silva, Marco Antônio Marques, o Cabeça; Sebastião dos Santos Braga, Rosângela de Oliveira Santos e Mario Sergio Muniz Pereira.

| 25.11.2009 |

BuscaPé, líder em comparação de preços na América Latina

Novos Veículos Blindados do Exército serão avaliados pelo CAEX em Barra de Guaratiba.

Após o anúncio da compra de caças para a Aeronáutica e de submarinos para a Marinha, o ministro da Defesa, Nelson Jobim, anunciou hoje que o presidente Lula autorizou o início da fabricação de 3 mil novos veículos blindados de transporte para o Exército. “O presidente autorizou o início do projeto inicialmente chamado Urutu III, agora rebatizado Guarani, que vai substituir todo o sistema de mobilidade do Exército”, disse Jobim, após participar no Rio da troca do Comando de Operações Navais no Porta Aviões São Paulo.

De acordo com o ministro, serão investidos na construção dos Guaranis R$ 6 bilhões ao longo de 20 anos. Os veículos serão construídos pela fábrica Fiat Iveco, em Sete Lagoas, Minas Gerais. A licitação foi vencida em 2007. Em abril, a fabricante apresentou uma maquete em tamanho real da viatura blindada na Feira Latin America Aero & Defense (LAAD), no Rio. O motor e 60% dos componentes serão nacionais para diminuir o custo de produção.

A previsão da Iveco é que a primeira unidade fique pronta em 2010 e que 16 veículos sejam testados até 2011. Os exames serão realizados no Centro de Avaliações do Exército (CAEx), localizado em Barra de Guaratiba. Os testes vão examinar a durabilidade do veículo, ergonomia e a blindagem estrutural para saber se o Guarani suporta explosões de minas terrestres, por exemplo.

Comparado ao EE-11 Urutu, modelo em uso hoje pelo Exército, o Guarani traria vantagens como proteção blindada superior, maior mobilidade, maior capacidade de transposição de trincheiras, maior capacidade de degrau vertical, ar condicionado, sistema de freio com disco duplo e ABS, GPS, sistema automático de extinção de incêndio e de detecção de laser.

| 03.12.2009 |Fonte: Estadão

Centro de Operações da Embratel em Guaratiba completa 25 anos.

A Embratel e a Star One acabam de comemorar os 25 anos de existência da Estação Terrena de Guaratiba. Criada para ser o centro de controle dos satélites Brasilsat, Guaratiba, ao longo destes 25 anos, cresceu e se transformou no maior centro de operações de satélites da América Latina.

“Estamos muito orgulhosos por Guaratiba ter contribuído ativamente no desenvolvimento do país”, diz Gustavo Silbert, presidente da Star One.

O trabalho de sua equipe técnica manteve em operação, sem nenhuma interrupção, os satélites A1 e A2, da primeira geração. Com a mesma eficiência, vêm mantendo em suas órbitas os satélites B1, B2, B3 e B4, da segunda geração, e os satélites C1 e C2, da terceira geração.

Mais do que um projeto técnico, Guaratiba foi um projeto social. Participando decisivamente do projeto de integração nacional, Guaratiba permitiu levar informação, educação e entretenimento aos lugares mais distantes do País. Hoje, Guaratiba mantém sua vocação social. Como teleporto de uma rede de cerca de 2.000 Telefones Públicos (os TUPs) ele leva voz aonde antes não havia nada em um raio de 30 Km. Desde dezembro de 2008, também centraliza as operações da Via Embratel, a TV por assinatura via satélite da Embratel.

A Embratel e a Star One, através de Guaratiba, fomentam o desenvolvimento econômico da nação, provendo rede de telecomunicação por satélite a diversos clientes que nela se apóiam tornando os seus negócios atraentes, criando emprego e desenvolvimento para o país. São TVs, bancos, lojas de varejo, redes de ensino a distância, fábricas, dentre outros, que se interligam graças aos satélites e à Estação Terrena.

Embratel foi a primeira empresa a lançar um satélite doméstico de comunicações na América do Sul, o Brasilsat A1, em fevereiro de 1985. No ano seguinte, foi lançado o Brasilsat A2, formando a pioneira geração de satélites brasileiros para comunicações domésticas na América Latina. Em 1994, a Embratel deu início à operação da segunda geração, o Brasilsat B1. Menos de um ano depois, foi colocado em órbita o Brasilsat B2. Outros dois satélites, B3 e B4, foram lançados em 1998 e 2000, respectivamente.

Em 2000, a Embratel criou a Star One a partir de sua unidade de satélites com o objetivo de dar maior foco ao mercado de satélites no Brasil e América Latina. Hoje, a frota da Star One é composta pela série B e pelos 3 satélites da série C, C1, C2 e C12.

Os satélites da Star One garantem a transmissão de sinais de televisão por todo Brasil através das maiores emissoras do país, mais segurança e melhor desempenho para as redes corporativas de empresas, bancos e governos e maior abrangência na comunicação entre os milhares de brasileiros, proporcionada pela telefonia fixa e celular, internet e outros serviços.

A Star One é líder e pioneira em soluções via satélite da América Latina. Criada em dezembro de 2000, a Star One é uma empresa com 80% de participação acionária da Embratel Participações e 20% da GE Satellite Holdings. A Star One opera o maior sistema de satélites da América Latina, com cinco satélites em órbita terrestre geoestacionária (Brasilsat B3 e B4, Star One C1, C2 e C12) e dois em órbita inclinada (Brasilsat B1 e B2). A capacidade destes satélites suporta toda uma gama de soluções para clientes dos segmentos de telefonia, TV, dados e redes corporativas. A empresa opera as estações de controle de satélites a partir do Teleporto de Guaratiba, no Rio de Janeiro. Para mais informações, acesse: www.starone.com.br.

| 03.12.2009 |