PortalGuaratiba

O portal da comunidade de Guaratiba.

Servindo à comunidade

Divulgando as notícias

Pedra de Guaratiba
Barra de Guaratiba
Ilha de Guaratiba

Notícias de Guaratiba

2009 será Ano da França no Brasil.

Cultura Francesa representada no Jardim de Gaya em Barra de Guaratiba.

Texto e fotos: Padre Adenilson Barcelos de Miranda.

A cultura e a arte brasileira em 2005 foram recebidas na França no Ano do Brasil na França. No dia 22 de dezembro de 2008 foi oficialmente lançado pelos presidentes dos dois paises o Ano da França no Brasil, que acontece a partir de 21 de abril a 15 de novembro de 2009. Eventos culturais tais como, espetáculos, shows, exposições, palestras e debates em diversas áreas acontecerão em todo pais. Tem com o propósito proporcionar aos brasileiros a oportunidade de entrar em contato com a cultura francesa, numa parceria que transpira o ato de criar, pensar e trabalhar juntos.

Neste contexto, o Instituto Centro Alternativo para o Desenvolvimento e a Comunicação (ICADC) convidou a atriz Gabriella Scheer para se apresentar em sua sede, no Jardim de Gaya, localizada na Estrada Roberto Burle Marx, 5.751 na cidade do Rio de Janeiro. A atriz brasileira, que reside na França, divulga a literatura brasileira recitando Clarice Lispector, Machado de Assis, Carlos Drumond de Andrade, Cecilia Meireles e outros. No Jardim de Gaya, Grabriella nos presenteou com sua performance e compartilhou o palco com outros poetas, que tambem tiveram a oportunidade de apresentarem seus trabalhos. Dentre eles Carlinhos com sua poesia engajada nos aspectos sociais, politicos e educacionais da nossa sociedade; Isis com sua poesia existêncial e o mineiro Adenilson Barcelos de Miranda com sua poesia intimista e curiosa pelos aspectos da vida.

O músico francês Cris do Brasil apresentou-se com um repertório magnífico, deliciando a noite com bossa nova e diálogos com o público, dando informações sobre os autores e também das canções por ele interpretadas. Cris ainda teve momentos mágicos com os poetas em palco e proporcionaram ao público o encatamento poético mergulhado na música.

O Cine Clube apresentou documentários cedidos pela Cinemateca da Embaixada da Fraça. O cinema promoveu a educação do olhar: uma imagem vale mais do que mil palavras.

O frances Jean Bernard Batist, fotógrafo, apresentou ao público o seu último trabalho, fotografias de materiais diversos como o papel, o metal e o plástico, assim ele apresenta o lixo, os vestígios da humanidade, o modo de vida de todos nós e nos convida a reflexões sobre a vida. Tema oportuno com imagens poeticas, que ao mesmo tempo belas em exuberância nos assustam.

O Grupo teatral "Entrou por uma Porta", compareceu e nos trouxe simpatia. O Grupo convidou as crianças para irem ao palco, fazer dele um lugar de bem viver. E assim, nos sentimos em casa, com os amigos, em prol do viver com qualidade, porque a gente não quer só comida, a gente também quer diversão e arte.

A francesa Philipine, estudante de Comércio Exterior, juntou-se a equipe e responsabilizou-se pela logística do evento e a todos encantou com a culinúária francesa.

| 16.01.2009 |

Don Severo, poeta e escritor de Guaratiba, visita o Portal.

Esta semana, tivemos a grata surpresa de receber a visita de nosso poetinha.

Don Severo nasceu na Paraíba. Mais um Severino dentre uma família de muitos Severinos. Nasceu numa casa de taipa bem no interior do Nordeste no município de Carmarazal, no ano de 1963. Como naquele tempo ainda não havia o incentivo que há nos dias de hoje para registrar o moleque que nascesse pobre, Severino só foi registrado com 17 anos de idade.

Seria mais um Severino nesse mundão de Deus se não descobrisse que para êle a "poesia não seria escolha, mas uma necessidade pessoal, emocional e social". E saiu por aí escrevendo poemas, livros, literatura infantil, de cordel e pensamentos que nos iluminam a consciência.

Severino Honorato se tornou Don Severo devido à necessidade de incorporar um nome literário para participar de concursos, quando é obrigado a se apresentar com pseudônimo. O "Don" ficou com "n" no final para distingui-lo do religioso "Dom".

Recebemos dois livros de presente: "Don Severo em 4 Tempos" e "Meu Vovô Herói". O primeiro com poesias e o segundo um livro infantil que o Portal sugere que as escolas da região, não só para prestigiar seu escritor mas devido à qualidade do texto, deveriam recomendar para as crianças. Fica aqui a sugestão.

Segundo um dos pensamentos de Don Severo, "Ninguém faz História sem uma dose de sacrifício pessoal", o que é exatamente o que pensamos no Portal.

"Senhor, escuta o meu clamor
E dá-me em vida teu perdão
Eu quero viver o amor
E com êle a salvação."

Trecho do lindo poema "Louvação" de Don Severo.

| 16.01.2009 | Blog de Don Severo

Morador da Ilha de Guaratiba reclama do estado de abandono da Estrada da Ilha.

Estrada esburacada e falta de acostamento foram os motivos.

Texto e fotos do leitor Erardo Querino.

A Estrada da Matriz, em Ilha de Guaratiba, trecho da Fazenda Modelo até o Largo da Ilha de Guaratiba, está em péssimas condições. Por não possuir calçada nem acostamento, não oferece opção de tráfego para os pedestres.

E para piorar as condições de uso, a mesma vem sendo usada por carretas de dois eixos que fazem transporte para uma fábrica na região. A estrada não foi projetada para suportar tráfego pesado como este. Não tem asfalto que suporte.

| 16.01.2009 |

Favela do Rio Piraquê em Guaratiba foi a que mais cresceu desde 1999.

Prefeito baixa decretos para conter expansão das favelas.

Quatro decretos com o objetivo de controlar o crescimento das favelas no Rio foram publicados nesta segunda-feira, no Diário Oficial. O principal deles autoriza a Secretaria de Urbanismo a firmar convênio com universidades e institutos de pesquisa para elaborar regras urbanísticas para todas as 968 comunidades do Rio até o fim de 2012. As regras vão definir, por exemplo, o gabarito permitido em cada região, bem como as áreas públicas dentro das comunidades. O prefeito determinou ainda que os órgãos municipais passem a demolir casas em áreas de risco.

A área ocupada pelas favelas foi expandida em 7% entre 1999 e 2008 . O crescimento, de três milhões de metros quadrados, equivale ao tamanho de Ipanema.

Segundo o prefeito Eduardo Paes, um outro decreto autoriza a Secretaria de Urbanismo a contratar arquitetos para ajudar a orientar os moradores em relação às regras de construção. O projeto foi batizado de Arquitetos da Família.

O terceiro decreto determina que os órgãos municipais passem a demolir casas em áreas de risco. A prefeitura já prepara ações neste sentido, principalmente para evitar problemas durante o período de chuvas de verão.

Estudo do Instituto Pereira Passos mostrou que, entre 1999 e 2008, o Rio ganhou 218 novas favelas. Elas já são 968, contra 750 registradas em 2004, ano do último levantamento do instituto. Pelo estudo, a área das favelas representava 3,5% de todo o território do município em 99, mas avançou e passou agora a ocupar 3,7%, o equivalente a 45,8 milhões de metros quadrados.

O levantamento do IPP identificou também as dez comunidades que mais contribuíram para o crescimento da área de favelas. A Rio Piraquê, em Guaratiba, foi a que mais avançou: sua área cresceu 81%, numa comparação com os dados de 1999.

| 16.01.2009 | Fonte:

Recuperação das praias de Sepetiba é decretada como utilidade pública.


Na foto a imagem de Iemanjá na Praia de Dona Luiza em Sepetiba

Um decreto do governador Sérgio Cabral, publicado na edição desta terça-feira, declara como de utilidade pública as obras de recuperação das praias do Cardo e Dona Luiza, em Sepetiba, na Zona Oeste.

O governo do estado assinou o decreto por considerar que Sepetiba, que já foi referência em lazer e turismo no município do Rio, ter suas praias degradadas prejudica as atividades turísticas e econômicas do bairro.

As obras fazem parte do Programa de Despoluição da Baia de Sepetiba e a declaração de utilidade pública assegura condições de recuperação das praias, possibilitando o retorno das atividades turísticas, pesqueiras e comerciais de Sepetiba.

| 16.01.2009 | Fonte: