PortalGuaratiba

O portal da comunidade de Guaratiba.

Servindo à comunidade

Divulgando as notícias

Pedra de Guaratiba
Barra de Guaratiba
Ilha de Guaratiba

Notícias de Guaratiba

Após a Lei Seca, diminuiu o número de óbitos na cidade, mas em Guaratiba aumentou.

Houve um aumento de 18,18 % de óbitos no primeiro semestre.

No Rio de Janeiro de modo geral, o número de acidentes nas estradas reduziu com a Lei Seca, entretanto em um levantamento realizado pela ONG Rio Como Vamos com dados do Instituto de Segurança Pública (ISP) sobre mortos e feridos no trânsito demonstrou que a diminuição de acidentes não ocorreu de forma homogênea em toda cidade. Oito bairros nas zonas Norte e Oeste tiveram o índice aumentado em 39,32% no primeiro semestre de 2009, em relação ao ano passado. Campo Grande, Jacarepaguá, Cidade de Deus, Bangu, São Cristóvão, Tijuca, Vigário Geral, Pavuna e Guaratiba apresentaram, juntos, um aumento de 39,32% nas mortes no trânsito (de 117 para 163 óbitos).

Campo Grande, que em 2008 de janeiro a junho era o sexto colocado em número de mortes (21, ou 4,92% do total) hoje é o primeiro colocado, com 31 vítimas fatais (8,18% do total), o equivalente a uma morte a cada 5,8 dias. A ONG Rio Como Vamos não investigou as causas, mas nós do Portal vimos alertando para a ausência de ações fiscalizadoras na região.

Em Guaratiba, que no primeiro semestre do ano passado foram 11 óbitos, na contramão do resultado apresentado pela Lei Seca em outras regiões, apresentou um aumento de 18,18%, ou seja, foram 13 vítimas fatais.

O subsecretário estadual de Governo, Carlos Alberto Lopes, coordenador da Operação Lei Seca no Rio de Janeiro prometeu estudar as estatísticas para definir as ações a serem tomadas. Esperamos que olhe por Guaratiba, e principalmente Barra de Guaratiba no verão que se aproxima.

| 20.09.2009 |

BuscaPé, líder em comparação de preços na América Latina

Jardim Garrido sofre com descaso e abandono.

Leitor do Portal bota a boca no trombone.

Fotos e texto José Carlos Leitão.

Moradores do Jardim Garrido/P.A.L: 19600, em Pedra de Guaratiba, nesta que é a cidade mais bela do mundo, foram abandonados pela Prefeitura da cidade do Rio de Janeiro e pelo Governo Estadual.

Foram publicadas, nos principais jornais do Rio e na Internet, para que o mundo veja, as fotos de um valão cheio de mato, demonstrando que a Prefeitura do Rio de Janeiro há muitos anos não faz o seu dever de casa em atender a população do Bairro. Sabemos que é muito comum o lixo domestico ser o responsável por tragédias como as que ocorrem em certos locais, entretanto aqui não jogamos lixo no valão que por falta de cuidado dos responsáveis pelo setor de dragagem de rios e canais da Prefeitura, está cheio de Jigogas e mato há anos.

Com o desleixo da prefeitura, o esgoto da ESCOLA MUNICIPAL EMA DÁVILA DE CAMILE e das residências ficam estagnados sem saída dentro do valão em toda extensão da Avenida Alto Maranhão e Praça Verde Que Te Quero Verde, causando forte odor e com criancinhas apresentando coceiras na pele e problemas respiratórios.

É covarde e vergonhoso em pleno ano 2009 quando se fala em gastar milhões de dólares nas Olimpíadas e na promoção da Copa do Mundo, deixar um loteamento entregue ao abandono com crianças sofrendo.

Pedimos aos políticos que elegemos que peçam ao Sr. Prefeito do Rio, Eduardo Paes, que tome as medidas cabíveis.

| 20.09.2009 |

Até ao se distrair, Chiquinho revive a história.

Chiquinho está agora fazendo miniaturas de canoas para vender.

Com a simplicidade que lhe é peculiar, Francisco Siqueira, nosso Chiquinho, oferece a réplica das canoas que na sua infância, via seu pai Felisberto e outros pescadores da região enfrentarem o mar atrás de peixes.

Réplica da canoa "Batuira" do seu pai Felisberto

Até quando se distrai e faz essas peças de artesanato, Chiquinho explica com entusiasmo de menino as diferenças entre canoa de Voga e meia-voga:

- "A de voga leva o "proeiro" (homem que vai à frente do barco), o "popeiro" (homem que vai na parte de trás) e pessoal da rede; já na de meia-voga que é menor só leva dois homens."

- "Quando se joga a rede "no lanço", um cabo fica na voga e outro na meia voga. Na rede tem uma espécie de bolsa ou saco que vai no centro chamado "copel", parte esta na qual os peixes ficam aprisionados", continua Chiquinho a descrever o método de pesca.

O remo de pá é aquele que parece uma colher de pau, já o remo de moleta ou parlamento é aquele mais comum que estamos acostumados a ver. O estrovo serve para firmar o remo de moleta na beirada do barco permitindo assim seu trabalho.

| 20.09.2009 |

Foi preso o homem que matou a família a machadadas em Pedra de Guaratiba.

Magno Luiz de Almeida dos Santos, de 24 anos, estava foragido.

Foi preso o acusado de atacar oito pessoas de uma mesma família e matar quatro delas com golpes de machado, no último dia três, em Pedra de Guaratiba. Magno Luiz de Almeida dos Santos, de 24 anos, estava foragido e foi localizado por policiais na Região dos Lagos.

Entre as vítimas estão duas crianças, uma de seis e outra de oito anos. Outras quatro pessoas que também moravam na casa ficaram feridas e foram hospitalizadas. Joel Veloso, de 50 anos, e as duas crianças morreram na hora. Uma mulher, identificada como Delvina, que é mulher de Joel, morreu no Hospital Pedro II. O caso está sendo investigado na 43ª DP (Pedra de Guaratiba).

| 20.09.2009 |

BuscaPé, líder em comparação de preços na América Latina

Campanha conscientiza população do Rio sobre limpeza das praias.

A secretária do Ambiente do estado do Rio de Janeiro, Marilene Ramos, afirmou que este é um dia 'de mudar a cabeça, de pensar'. Ela enfatizou que a população deve assumir sua responsabilidade em manter as praias e as cidades limpas, não jogar lixo em locais inadequados. Reconheceu, entretanto, que há necessidade de as cidades fluminenses melhorarem os seus serviços de coleta.

Se você não participou diretamente da limpeza deste sábado, saiba que pode contribuir muito quando chegar ao próximo verão. Ao frequentar as praias de Guaratiba observe as regras de etiqueta na praia.

Coloque lixo e garrafas pet nos contêineres da COMLURB colocados à disposição da população nas calçadas. Lixo é no coletor da COMLURB.

Se puder traga uma sacola de plástico ou de papel para colocar seu lixo enquanto está na areia. Nela você deve guardar todo lixo produzido como plástico, vidros, e resto de comida.

Quando tomar água de coco ou consumir algum produto, note que junto à barraca de quem lhe vendeu o produto deve haver um saco de lixo para depositar a embalagem.

Não leve animais para a praia, podem atacar pessoas ou defecar na areia, contaminando a praia que dessa forma pode causar inúmeras doenças de pele. Você gostaria de pisar em cocô de cachorro ao passear na beira d'água?

Mar não é lixeira. Não jogue garrafas ou outros resíduos no mar.

São providências simples que muito auxiliarão na limpeza da praia. Lembre-se que as ruas próximas da praia também fazem parte do ecosistema litorâneo, pois ao chover as águas pluviais levam os detritos para o mar.

A praia é um patrimônio de todos e as visitas devem se comportar com educação.

| 20.09.2009 |

Festival do Rio 2009

Vídeos de jovens de Guaratiba foram selecionados.

Em 2009, a Mostra Geração, segmento infanto-juvenil do Festival do Rio, faz 10 anos. Uma das atividades mais importantes da Mostra é o Programa Vídeo Fórum, que apresenta filmes realizados por crianças e jovens até 18 anos.

Nesta edição do Programa foram 143 inscrições vindas de vários lugares do Brasil e de países como Espanha, Argentina, Itália, Estados Unidos e Canadá. Foram selecionados 53 trabalhos. Nossos vídeos "AMIGAS" e "UM DIA APÓS O OUTRO" estão entre os selecionados.

O Festival do Rio acontece entre os dias 25 de setembro e 9 de outubro.

Em breve mais informações sobre os dias e horários de exibição de nossos filmes. Parabéns aos alunos do Professor Claudio Garcia envolvidos nos projetos!!

Escrito pelos alunos da E. M. Narcisa Amália, UM DIA APÓS O OUTRO conta a história de Amanda, uma adolescente, aluna de um colégio particular, que todos os dias zomba de alunas de uma escola municipal, que fica no caminho entre sua casa e seu colégio. Até que um dia seu pai perde o emprego e ela é matriculada nessa escola municipal,na turma das alunas que ela provocava. Sua vida,a partir de então, muda radicalmente e ela percebeque há sempre um dia após o outro.

UM DIA APÓS O OUTRO
Texto e Direção: Criação Coletiva
Ficção - 2008 - 15 min.

Escrito pela aluna Crislen dos Santos, AMIGAS é a história de um grupo inseparável de seis amigas. Elas fazem um pacto de amizade para sempre contarem seus segredos umas para as outras. De repente o grupo começa a ruir. Uma delas se muda para outra cidade. Outras duas começam a ter um atrito por causa de um garoto. Será o fim do grupo? O que uma amizade pode suportar?

AMIGAS
Roteiro: Crislen dos Santos
Direção: CRIAÇÃO COLETIVA
Ficção - 2008 - 10 min.

| 20.09.2009 |Site Festival do Rio

Catadores terão pagamento por serviços ambientais urbanos.

O Ministério do Meio Ambiente lança nos próximos dias, em Belo Horizonte, o sistema de pagamento por serviços ambientais urbanos. Segundo o ministro Carlos Minc, o pagamento vai complementar a renda do catador, a exemplo do que foi feito em relação ao pagamento por serviços ambientais, "para a pessoa replantar a Amazônia, as margens dos rios. Antes a pessoa cortava e ganhava. Agora, ganha para plantar".

No novo sistema, voltado para o catador de materiais recicláveis das metrópoles urbanas, Minc salientou que o cálculo de remuneração tomará por base a redução das emissões. "O quanto a catação dele diminui as emissões será o quanto ele vai receber", disse.

Minc lembrou que o catador não tem carteira assinada, não recebe décimo-terceiro salário e corta-se muito com vidros e latas que recicla. "Então, (o pagamento) servirá para dar mais dignidade, mais efetividade para o catador e melhorar a qualidade de vida."

O ministro chamou a atenção para a importância da reciclagem. Essa trabalho consta do Plano Nacional de Mudanças Climáticas, que prevê aumentar o nível da coleta seletiva e das cooperativas de catadores. Ele destacou que a Secretaria Estadual do Ambiente do Rio de Janeiro apoia várias cooperativas de catadores, com equipamentos e materiais, além de galpões.

| 20.09.2009 |

Depoimento da Jornalista Caroline Nunes, moradora de Guaratiba, nos emocionou.

É com muito orgulho, como moradora e como leitora, que deixo o meu depoimento a respeito do texto exposto no portal sobre as qualidades dessa região.

De fato a beleza natural e a qualidade de vida diferenciam toda a extensão territorial denominada "Guaratiba" dos outros bairros do subúrbio ou as outras zonas da cidade.

De certa forma me sinto uma privilegiada em residir numa das áreas mais limpas e mais baratas para se morar, próxima ainda das praias mais encantadoras do Rio de Janeiro, em referência às praias selvagens aonde se chega apenas por trilha ou por transporte marítimo.

O portal foi muito bem desenhado, estruturado e organizado, por isso quero parabenizar os produtores-programadores do mesmo e ainda, como jornalista, novamente, elogiar os três primeiros parágrafos, muito bem formulados, de maneira a reproduzir fielmente a paixão, sentimento que move os moradores a expressar seu encantamento pela a região.

Muito lúcido, conciso e inteligente, direto ao ponto, claro, me identifiquei de imediato, parabéns, senhores.

Cordialmente,

Caroline Nunes.

| 20.09.2009 |