PortalGuaratiba

O portal da comunidade de Guaratiba.

Servindo à comunidade

Divulgando as notícias

Pedra de Guaratiba
Barra de Guaratiba
Ilha de Guaratiba

Notícias de Guaratiba

Árvore ameaça cair sobre os carros na Estrada da Matriz.

Prefeitura colocou faixa com aviso mas não toma providência para cortá-la.

Segundo moradores da região, a Prefeitura foi avisada sobre o perigo iminente da enorme árvore podre cair sobre os carros que trafegam pela Estrada da Matriz na altura do número 7122.

De acordo ainda com o Vice-presidente da Associação de Moradores, a Prefeitura veio e vistoriou o tronco seco. Constatando o perigo, enrolou uma fita da Defesa civil no tronco avisando do perigo.

Vários pedidos para retirada da árvore já foram feitos, entretanto segundo a Prefeitura quem realiza esse trabalho agora é a COMLURB, e, na região não existe equipamento para realizar o serviço.

Assim, fica por isso mesmo, só esperamos que não aconteça nenhum acidente com um carro ou pedestre que esteja passando em baixo na hora que cair um galho. Enquanto isso vamos continuar tentando incutir um pouco de responsabilidade em nossos governantes.

| 23.01.2009 |

Tragédia da Igreja Renascer em São Paulo teve vítima de Guaratiba.

Moradora de Barra de Guaratiba estava na Igreja.

Era carioca a nona vítima do desabamento da Igreja Renascer, cujo nome não havia sido divulgado até ontem pela Secretaria de Segurança de São Paulo. O corpo de Ana Lúcia de Souza Menezes, 39 anos, só foi identificado pelas digitais porque ela estava sem documentos. A família não sabia que ela era uma das vítimas, já que todos moram em Guaratiba, no Rio, e ela vivia há 10 anos em São Paulo, onde trabalhava como vendedora autônoma. O enterro aconteceu às 16h de ontem, no Cemitério São Francisco de Paula, no Catumbi. Ana Lúcia completaria 40 anos dia 28.

“Ela freqüentou por um tempo a Igreja Universal, mas à Renascer era a segunda vez que ia”, disse o filho de Ana Lúcia, Thiago de Souza Menezes, 20 anos, que chorou muito durante o velório. Thiago morava com a mãe em Moema, há um ano, mas veio passar o Natal e as férias no Rio. “Minha mãe não veio porque estava trabalhando. Eu assisti ao noticiário quando houve o acidente, mas nem imaginei que ela pudesse estar lá. Meus avós até lembraram dela ao ver o jornal, e eu disse para não se preocuparem porque ela não freqüentava aquela igreja”, lembrou.

A família só ficou sabendo do envolvimento de Ana Lúcia no acidente segunda-feira, quando a irmã, Adriana Menezes, 34 anos, analista de sistemas, recebeu uma ligação da polícia paulista. “A princípio eles disseram que ela estava mal de saúde, mas depois falaram que ela havia morrido”, contou, abalada, Adriana. Cunhado de Ana Lúcia, Alexandre Costa, acompanhou a esposa até São Paulo para fazer o reconhecimento do corpo. Todos os parentes de Ana Lúcia são católicos, só ela freqüentava igrejas evangélicas.

Os pais de Ana Lúcia, Maria dos Santos Menezes, 64 anos, e Hoberlito Souza Menezes, 65, só foram informados da tragédia ontem pela manhã, quando Adriana voltou de São Paulo. “Como eles são cardíacos, resolvi deixar para dar a notícia pessoalmente”, contou Adriana.

Além de parentes e amigos, cinco bispos e 10 pastores e fiéis acompanharam o enterro. De acordo com o bispo estadual Christian Paz, a Igreja pagou as passagens para São Paulo, o translado e o enterro. Uma coroa de flores com os dizeres “Sinceros sentimentos de amor dos irmãos da Igreja Renascer” foi enviada ao Rio.

“Viemos trazer a mensagem de que a dor deles é a nossa dor. A família entendeu que foi uma fatalidade, estamos estarrecidos. Nós não temos resposta para o acidente e também queremos uma”, afirmou o bispo Christian. O corpo de Ana Lúcia foi o último das nove vítimas do desabamento a deixar o Instituto Médico-Legal de São Paulo.

| 23.01.2009 |Fonte:

Enorme buraco causa acidentes na Rua Alexis Carrel.

Texto e fotos de Maria Lucia Vieira em 9/1/2009 enviadas ao Jornal de Bairros do Globo

Na Rua Alexis Carrel, em frente ao número 275, em Guaratiba, há aproximadamente seis meses, abriu-se um enorme buraco. Trata-se de uma rua residencial com uma considerável movimentação de automóveis e caminhões. Já foram feitas diversas reclamações dos moradores junto à associação dos moradores, prefeitura e Cedae. E, como todo filho feio não tem pai, este buraco também não tem dono. Nenhum órgão foi ao local. Como o previsto, já estão acontecendo acidentes, felizmente até agora não houve nenhum acidente grave. Somente neste final de semana prolongado, dois carros caíram nesta cratera.

Será que teremos que assistir acontecer alguma tragédia, para que as providências sejam tomadas?

| 23.01.2009 | Fonte:

Favela Piraquê terá normas urbanísticas.

Choque de ordem da Prefeitura pretende demolir prédios irregulares.

A prefeitura fez na sexta-feira (16) a promessa de construir dez mil casas populares em 2009. A prefeitura avisou também que vários imóveis irregulares em favelas serão demolidos. A fiscalização continua nas comunidades, que terão um novo modelo de ecolimites.

O prefeito Eduardo Paes já publicou decretos para tentar controlar o crescimento das favelas e uma das medidas trata justamente das demolições.

“Vamos analisar a situação de cada família e aquelas que têm renda muito baixa, tem muita dificuldade, receberão aquilo que a gente chama 'aluguel social' para poderem morar num outro lugar enquanto nós desenvolvemos os nossos projetos de construção de novas casas populares”, disse o secretário municipal de Habitação, Jorge Bittar.

O secretário Municipal de Urbanismo, Sérgio Dias, informou que as próximas favelas que terão normas urbanísticas - como a Villa Canoas, em São Conrado - são as comunidades no entorno dos Maciços da Tijuca e da Pedra Branca. Dias também falou das ações previstas para as favelas Rio Piraquê (Guaratiba), Beira-Rio (Pavuna) e Vila Rica de Irajá (Acari) - que foram as comunidades que mais cresceram segundo o levantamento do Instituto Pereira Passos.

| 23.01.2009 | Fonte:

Acidente mata três pessoas em Guaratiba

Três pessoas, entre elas um bebê de apenas dois meses de idade, morreram sábado na Avenida das Américas, altura do Centro Tecnológico do Exército (Cetex), em Guaratiba. Outros dois ficaram feridos na batida. O trânsito chegou a ficar lento por cerca de uma hora e meia devido à interdição das pistas para o pouso do helicóptero do Corpo de Bombeiros, que ajudou no resgate nas vítimas .

O acidente, que ocorreu por volta das 16h30, envolveu uma Parati grafite, placa LJJ-6607, e um Astra prata, placa LNA-6034. Os veículos trafegavam em sentidos opostos quando o Astra atravessou a pista e se chocou com a Parati na altura do número 27.705 da avenida.

Com o impacto, a Parati capotou e foi arremessada no matagal junto ao acostamento.

Elisa Mara Vieira Barbosa Melo, 40 anos, e o menino Diogo, que estavam na Parati, não resistiram aos ferimentos e morreram no local.

Celso Vicente da Silva, que os acompanhava no carro, chegou a ser levado para o Hospital Rocha Faria, em Campo Grande, mas não sobreviveu.

As outras vítimas, Edmilson Emanuel Augusto, 40 anos, e Viviane Valadão Augusto, 31, foram levadas para o hospital Miguel Couto, no Leblon. O Quartel do Corpo de Bombeiros de Campo Grande participou do salvamento.

O caso foi registrado na 43ª DP (Guaratiba).

| 23.01.2009 |

Praia da Barra de Guaratiba tem andado imprópria para banho.

Segundo o Inea, que faz coletas de águas da Barra de Guaratiba ao Flamengo todas as segundas e quintas-feiras, além de inspeções visuais à sextas, as praias cariocas recomendadas são: Grumari, Prainha, Pontal, Recreio, Barra da Tijuca (exceto o trecho entre o Quebra-Mar e o Pepê) – todas na Zona Oeste –, Arpoador, Diabo e Praia Vermelha (na Zona Sul).

As praias do Vidigal, Leblon, Ipanema, Copacabana e Forte São João (Urca), todas na Zona Sul, são recomendadas, mas com restrições, quando alguns trechos não são recomendáveis.

Já as praias Barra de Guaratiba, Joatinga, na Zona Oeste e Pepino, São Conrado, Leme, Urca, Botafogo e Flamengo, na Zona Sul do Rio, além de Gragoatá, Boa Viagem, Flechas, Icaraí, São Francisco, Charitas, Jurujuba, Eva, Adão e Itaipu, em Niterói, são consideradas impróprias para o banho.

A avaliação das condições de balneabilidade, segundo o Inea, é feita com base na análise microbiológica da água (contagem de coliformes fecais). O Inea recomenda não entrar na água em nenhuma das praias quando chover, porque a água das chuvas carrega uma quantidade de efluentes para o mar, por meio das galerias de águas pluviais.

| 23.01.2009 |

Fernanda de Freitas tem o carro roubado na Prainha.

Fernanda de Freitas tomou um tremendo susto na sexta-feira dia 16. A atriz, que está no ar como a advogada Antonella de "Negócio da China", foi assaltada por três bandidos armados quando chegava à Prainha, com amigos.

De acordo com o jornal "Extra", os criminosos renderam Fernanda e seu grupo enquanto eles tiravam fotos no local. Além de eles terem que entregar ,todos os seus pertences, como máquina fotográfica, telefones celulares e dinheiro, o carro da atriz, um Space Fox também foi levado.

Um dos bandidos foi preso por surfistas, mas outros dois conseguiram fugir. Além da moça, pelo menos mais outras duas pessoas foram assaltadas pelos bandidos, que organizaram uma blitz falsa na estrada que dá acesso à praia.

| 23.01.2009 |