Notícias de Guaratiba

Biólogo Mário Moscatelli denuncia desastres ambientais no Rio de Janeiro

Publicado em 02.07.2010

Inconformado com a inércia das autoridades quando o assunto é Meio Ambiente, o biólogo Mario Moscatelli vem registrando o descaso em fotos aéreas e denuncia a real situação ambiental do Rio de Janeiro em relação aos rios, lagoas e manguezais.

Seu site "Boca do Mangue" é rico em textos e imagens descrevendo as agressões ambientais nas várias regiões do Rio de Janeiro. São fotos aéreas tiradas por um biólogo, flagrando imagens de descaso que só um olho clínico de especialista pode alcançar. O que realmente espera com suas denúncias é que os administradores da cidade tenham olhos e paciência para ver as fotos documentadas em seu Site.

"Trabalhando na recuperação de manguezais da Baía de Guanabara pude observar cenas dantescas. Pedaços de seres humanos, mãos sem corpos, corpos sem cabeça, corpos inteiros desfigurados, misturados com lixo doméstico, lixo hospitalar, enfim resíduos de todos os tipos. Tudo diariamente escoando por aquilo que no passado eram rios e que hoje são valões de esgoto e detritos", inicia assim um de muitos textos, no qual o Professor Mario denuncia os absurdos que vê.

Já não é possível mais tolerar sem se indignar com o descaso com que a cidade é tratada, e o professor é pródigo nos textos fortes com características de quem já perdeu a paciência. "Favelas sem fim, sem infra-estrutura, sem perspectiva de uma política habitacional e de saneamento de médio a longo prazo. Uma terra arrasada, por esgoto, lixo e ocupação desordenada e impunidade", descreve como viajante do espaço que sobrevoa este Rio de Janeiro abandonado e com um passivo ambiental que as gerações futuras de políticos mesmo com toda a boa vontade e honestidade levarão décadas para acertar.

O que vemos nas fotos do professor Mario Moscatelli por toda a cidade é o futuro que espera em Guaratiba, nessa ocupação desordenada, onde, em algumas fotos aéreas do manguezal de Guaratiba escreve embaixo "admirem enquanto podem", profetizando o futuro sombrio que aguarda a região, ao mesmo tempo em que divulga uma foto do Rio Piraquê manchando as águas da Baía de Sepetiba com um esgoto negro, provando que o desastre já começou (Vejam fotos) .

Compartilhe essa notícia