Notícias de Guaratiba

Pier da Pedra de Guaratiba - Problema ou solução?

Publicado em 02.07.2010

Em 2001 surgiu a idéia de construção de um píer e atracadouro em Pedra de Guaratiba. A idéia entusiasmou o vereador Argemiro Pimentel que deu entrada no projeto de lei número 263/2001, no qual "Autorizava o Poder Executivo a abrir concorrência pública para a construção de um Pier com atracadouros na Praia da Ponta Grossa, final da Rua Maestro Deozílio Pinto, no Bairro de Pedra de Guaratiba". Entretanto como tantos outros era apenas um instrumento que autorizava, mas não definia nem determinava ao poder executivo fazer o píer.

Finalmente durante a administração de Ayrton Xerez como secretário municipal de Meio Ambiente do prefeito César Maia, o deque de 5000 metros quadrados ganharia forma a um custo orçado de R$ 3 milhões de reais construído pela Empresa Dratec Engenharia.

Hoje, já não se sabe bem se foi uma boa idéia a construção desse píer. Devido ao abandono em que se encontra alguns moradores temem que o que deveria ser motivo de orgulho para a população torna-se mais uma preocupação. A prefeitura abandonou literalmente esse patrimônio, e as queixas vão desde falta de iluminação até falta de segurança.

O píer é importantíssimo para o grupo da terceira idade que utiliza esse espaço em seus passeios e atividades físicas, entretanto motociclistas insistem em fazer do píer uma pista de MotoCross, tornando perigosas essas atividades. A depredação do local é evidente e encontramos alguns locais já com falta das madeiras laterais com perigo para a população mais jovem. Os postes com pouca altura tem sido alvo de vândalos que quebram as luminárias para utilizar o espaço como motel, o que segundo alguns tem causado um aumento do número de adolescentes grávidas no posto de saúde. Enfim, o píer de Pedra de Guaratiba é um patrimônio público de uso da comunidade e como tal deve ser preservado, devido não só ao alto custo de sua construção como também a preservação desse importante ponto turístico da região para visitantes e moradores.

Compartilhe essa notícia