Notícias de Guaratiba

Horto de Guaratiba produz mudas para programas de reflorestamento

Publicado em 03.08.2010

Na Estrada da Matriz, em frente a Escola Municipal Professor Castilho, do outro lado da rua, o Horto de Guaratiba, administrado pelo Instituto Estadual de Ambiente (Inea), é um dos cinco hortos florestais do Governo do Estado responsáveis pela produção de mudas utilizadas em reflorestamento, em programas de recuperação de áreas degradadas, em áreas de preservação permanente e nos casos de doações para órgãos públicos como escolas, prefeituras e universidades.

Carrapeta, Xixá, Acássia Grande, Sibipiruna, Aroeira, Paineira, Ubatã, Cedro Rosa, Pinheiro do Paraná são algumas das mudas de plantas encontradas no horto florestal, sendo algumas das mudas frutíferas a Jaqueira, a Grumixama, a Graviola, a Laranja, o Abricó, o Jamelão, a Jabuticabeira do Mato, a Nêspera, o Cupuaçu, entre muitas outras. Com uma área de 36 hectares, o horto tem uma produção diversificada de 20.000 mudas ao ano.

O Horto de Guaratiba é um dos cinco hortos mantidos coordenados pela Gerência do Serviço Florestal do Instituto Estadual do Ambiente, os outros quatro ficam na região serrana do Estado do Rio em Cantagalo, Trajano de Moraes, São Sebastião do Alto e em Santa Maria Madalena com uma produção total de sete milhões de mudas.

Quando era administrado pela Secretaria do Estado de Agricultura, o Horto de Guaratiba produzia apenas árvores frutíferas, com sua incorporação pela Secretaria do Ambiente no final da década de 80, passou a produzir também mudas nativas, exóticas e ornamentais para reflorestamento.

Chefe da Gerência do Serviço Florestal do INEA, Dália Pais explica a dimensão do trabalho:

- "Hoje, nossa grande demanda são projetos de reflorestamento de áreas degradadas. A compensação ambiental se tornou uma tradição no Inea, sendo condicionante dos licenciamentos. Fiscalizamos a efetiva realização da recuperação das áreas" - diz.

Compartilhe essa notícia