Notícias de Guaratiba

Barra de Guaratiba também sofreu com as chuvas

Publicado em 12.04.2010

Apesar de nada ser divulgado na grande imprensa porque graças a Deus não houve mortes nem grandes tragédias no bairro, a Barra de Guaratiba sofreu bastante com as últimas chuvas. Um grande volume de areia e barro desceu do morro e estacionou no Caminho do Souza impedindo o tráfego de carros e a passagem das pessoas. O trabalho da COMLURB de remoção do entulho foi elogiado pelos moradores que destacaram o empenho do supervisor Paulo e sua equipe que num trabalho incansável desobstruiram rapidamente a rua.

Aconteceram ainda deslizamentos de terra no Caminho Elias José, no Caminho do Souza, no Caminho da Bica e no Caminho do Pau, deixando à mostra os alicerces de algumas casas que ficaram em situação de risco. Fato interessante é uma casinha no Caminho do Pau, com mais de 70 anos, que pertencia à uma senhora chamada Chiquinha que ali criou seus filhos em segurança, ali ainda permaneceu intacta após toda essa chuva, não parece mas a sabedoria dos antigos moradores da região prevenia desastres.

Ao relatar esses incidentes os leitores podem estar curiosos com o nome dos logradouros, normalmente descritos como “caminhos”, acontece que na Barra de Guaratiba não existe planejamento urbano e os acessos aconteceram normalmente com a concessão ou seção de parte dos terrenos para que os vizinhos pudessem entrar em casa. As terras foram divididas pela Igreja entre os pescadores, esses por sua vez distribuíram entre os filhos que os transferiram aos netos, e por ai vai, ficando a região com essa característica de cidade do Mediterrâneo que sobe com seus caminhos estreitos e ladeiras pelas encostas e falésias com vistas para o mar. Cada qual cedia parte de seu terreno para o parente entrar em casa, as casas foram vendidas e os caminhos se tornaram públicos.