Notícias de Guaratiba

Choque de ordem nas praias de Barra de Guaratiba

Publicado em 14.03.2010

Uma força tarefa de quase 100 homens da Polícia Federal, Polícia Civil, Guarda Municipal, Meio Ambiente e COMLURB, na última quinta feira (11/03), fez uma faxina nas praias virgens de Barra de Guaratiba.

Dezenas de barracas foram desmontadas, quebradas e retiradas do local desmanchando uma aldeia de 60 a 70 pessoas, entre as quais existem drogados e desocupados que teimam em se instalar ali. A praia do Perigosinho por ser mais perto e de acesso mais fácil é a preferida dos invasores, ficando a Praia do Meio e Praia Funda mais preservada devido à dificuldade de acesso.

Não só o lixo e a depredação são observados nesses acampamentos, como também a destruição do meio ambiente, o que é sem dúvida o maior problema que enfrentamos. Para a confecção e armação das barracas constituídas de lonas simples, são cortadas as árvores que a duras penas conseguimos reflorestar a partir da Conferência do Meio Ambiente de 1992, quando foram destinados recursos para o reflorestamento da região.

A COMLURB estará providenciando a retirada de todo lixo produzido no local e que deve consumir um grande esforço de limpeza das praias, entretanto, conforme já apuramos, algumas horas depois das autoridades se retirarem, dezenas de pessoas foram vistas retornando aos acampamentos.

É urgente que a Prefeitura providencie a ocupação organizada e exploração sistematizada pelos órgãos de turismo da cidade desse paraíso esquecido do Rio de Janeiro. Se a região não for ocupada com projetos turísticos que beneficiem o turismo do Rio de Janeiro, inicialmente será ocupada por vândalos e desocupados e o arraial não tardará a se transformar em mais uma favela violenta da cidade, principalmente por ter fácil acesso ao mar onde podem encostar lanchas com armas e drogas.

BuscaPé, líder em comparação de preços na América Latina