Notícias de Guaratiba

Ilha de Guaratiba ficará irreconhecível depois da Transoeste

Publicado em 15.11.2010

As regiões de Guaratiba que deverão sofrer maior impacto e alterações com a construção da Transoeste estão localizadas na Ilha de Guaratiba e na Estrada da Pedra. A Ilha de Guaratiba ficará irreconhecível dentro de dois anos, quando a Transoeste estiver terminada. Pode-se ver a grande área com terraplanagem na Estrada Roberto Burle Marx já dando os contornos do que serão as alças de acesso e viadutos que permitirão a circulação dos carros atravessando a avenida em direção à Barra de Guaratiba.

Na Estrada da Pedra, a estação e um retorno para o BRT, que segundo a Prefeitura agora deverá seguir até Santa Cruz e Campo Grande com a ampliação do projeto, também assume o contorno de uma grande área avançando sobre o terreno de uma chácara com terraplanagem e alinhamento da avenida.

Em ambos os canteiros pode-se já imaginar as avenidas, os jardins e a urbanização que deverão acompanhar e finalizar as obras prometidas pela Prefeitura. A expectativa da população é que nos canteiros das alças de acesso e por debaixo dos viadutos e nas margens da estrada a ser inaugurada a Prefeitura capriche nos jardins e palmeiras, como os que são feitos lá pela Barra da Tijuca e Jacarepaguá, que certamente irão valorizar as obras finalizadas.

Segundo alguns moradores dessas regiões, existe uma preocupação com a ocupação predatória e crescimento populacional, tendo em vista a melhoria significativa dos transportes e infraestrutura urbana que deverá acompanhar as obras da estrada. -"Guaratiba precisa ser protegida da especulação imobiliária e ocupação predatória. Podemos já prever o aparecimento de grandes condomínios, loteamentos na beira da estrada e construções irregulares. Espero que a Prefeitura não abandone essa questão", afirma Luis Augusto que há cinco anos escolheu a Ilha de Guaratiba para morar.

Compartilhe essa notícia