Notícias de Guaratiba

Obras vão eliminar lingua negra na Barra de Guaratiba

Publicado em 19.10.2010

Já foi iniciada a construção de uma estação de tratamento de esgoto na praia de Barra de Guaratiba que irá eliminar as linguas negras que poluem a areia. Segundo informações do responsável pela obra, Sr. Douglas, foram executadas as primeiras intervenções com a limpeza das galerias atuais. A obra pretende ligar as duas galerias para que esse esgoto seja tratado numa estação posicionada na galeria principal, no subsolo. Para acabar com o problema, será instalada a estação de flotação e remoção de flutuantes flot-flux. Trata-se de um processo de tratamento de esgoto com tomada d'água (entrada da água no canal de tratamento), aeração (coagula as impurezas da água), micro-aeração (provoca a flutuação do lodo), dragagem (remove o lodo flutuante) e desinfecção (possível após a adição do cloro).

O atual rio de esgoto que deságua na praia principal de Barra de Guaratiba (Praia Grande) originalmente era um córrego de águas cristalinas que descia do morro até o mar, com a ocupação das encostas, os esgotos foram sendo despejados no caminho das águas e o resultado foi a formação de uma grande lingua negra.

"-Em função da topografia, seria muito difícil fazer a coleta e o tratamento convencional do esgoto. Hoje o esgoto vai para os valões e chega direto na areia. Vamos coletar esse esgoto antes de chegar na praia", disse o secretário municipal de Obras, Alexandre Pinto.

A estação é de tempo seco (só há tratamento eficaz em dias sem chuva). Para o professor da escola Politécnica da UFRJ Haroldo de Lemos, embora o ideal fosse o tratamento do esgoto antes de ser despejado nos valões, a solução é boa devido à relação custo-benefício: "- A estação de tempo seco trata os efluentes antes de chegarem à praia, com resultado significativo e baixo custo".

Serão necessários 1,2 milhões de reais e 4 meses de obras para a recuperação da qualidade da areia da praia. O Portal Guaratiba esteve no local conversando com o responsável pela obra e indicou mais dois pontos importantes onde são despejados rios de esgoto. Um deles (foto), o da praianha do canal talvez seja o de maior impacto na saúde pública considerando que essa praia é frequentada por milhares de crianças que tem a preferência das famílias devido às águas calmas e ambiente restrito favorecendo o controle da criançada. Outro ponto apontado foi na praia do canto. O técnico da empresa prometeu elaborar um relatório para encaminhamento ao setor responsável.

Compartilhe essa notícia