Notícias de Guaratiba

Guaratiba, como todo Rio de Janeiro sofre com falta de água.

CEDAE afirma que não há desabastecimento, o que há é um aumento acentuado de consumo.

Publicado em 24.01.2010

Parece até que isso é resultado do aquecimento global, o fato é que o calor neste verão está insuportável, com uma percepção de calor de mais de 50 graus, ou seja, mesmo que a temperatura esteja a 35 graus, sentimos calor como se estivéssemos a 50 graus.

O resultado não podia ser outro, três ou quatro banhos por dia para aliviar o calor, e isso, leva a um aumento acentuado de consumo, que diz a CEDAE chega a 15% a mais que no resto do ano.

Outro ponto que realmente as autoridades denunciam com razão é o desperdício de pessoas que fazem "gato" e não pagam água, por isso não se intimidam em criar peixes em grandes aquários de água corrente ou esvaziar diariamente aquelas piscinas de plástico sem tratamento. É bem verdade que todos têm o direito a um banho de piscina para refrescar e aquelas piscininhas são confortáveis para nossos filhos, entretanto devemos pensar naqueles que estão na ponta da linha de fornecimento que não recebem água para beber.

Enfim, o fato é que na Estrada do Magarça, em Pedra de Guaratiba e em Barra de Guaratiba está um verdadeiro inferno. Em Barra de Guaratiba a situação se agrava, primeiro porque é final de linha, segundo porque há um aumento exponencial da população no verão, terceiro porque estão sendo construídos inúmeros imóveis na Estrada da Barra de Guaratiba.

Em Barra de Guaratiba, dividida pela CEDAE em quatro ramais básicos só entrou água em cada ramal duas vezes desde o início de janeiro, na Estrada do Magarça temos notícia que em alguns locais não cai água há quinze dias.

Com toda essa dificuldade de abastecimento, mesmo assim, a Prefeitura do Rio deu licença para construir 12 mil casas em Pedra de Guaratiba. Será preciso que o nosso Governador Sérgio Cabral gaste menos em propaganda, que teve recentemente a verba aumentada, viaje menos e use os recursos do governo do estado para investir na CEDAE, pois certamente bem administrada não acreditamos que essa empresa, com os valores que cobra nas contas de água, possa se tornar deficitária.

Leia reportagem no Dia sobre o assunto

BuscaPé, líder em comparação de preços na América Latina