Notícias de Guaratiba

Parte do filme Nosso Lar foi rodado em Guaratiba

Publicado em 30.09.2010

Nosso Lar, o filme espírita baseado na obra de Chico Xavier, recentemente lançado e exibido em todas as capitais brasileiras, acumulou U$ 16,3 milhões em quatro semanas em cartaz e levou mais de 3 milhões de expectadores aos cinemas.

As filmagens foram realizadas no Rio de Janeiro e em Brasília durante oito semanas. A muralha de "Nosso Lar" foi construída ao ar livre em um sítio em Guaratiba tinha cerca de 70 metros de comprimento e sete metros de altura. Sua construção envolveu cerca de 30 profissionais e durou um mês. Encerradas as gravações em Guaratiba, a equipe transportou o portal e 20 metros de muralha para o bairro de São Cristovão, onde foram filmados cenas da entrada e da alameda principal da colônia Nosso Lar.

Dr. Faustino Esposel - André Luiz em vida

Tanto sucesso levou a produção a programar uma continuação. A próxima obra a ser adaptada é "Os mensageiros", sequência de "Nosso Lar", na qual alguns espíritos do bem retornam à Terra para cumprir novas missões. A mesma equipe do atual fenômeno de bilheteria começa a trabalhar em 2011 no projeto. "Queremos manter o mesmo padrão de qualidade do primeiro. Será novamente um filme com muitos efeitos especiais", antecipa o diretor Wagner de Assis. A saga espírita, no entanto, pode não terminar por aí. Existe a vontade de levar para os cinemas do país a obra completa de André Luiz, que inclui outros 14 livros que podem ser condensados num mesmo filme.

O filme Nosso Lar foi baseado no que aconteceu ao médico Faustino Esposel no mundo espiritual após sua morte, na ocasião em que o livro foi escrito utilizou o nome de André Luiz para que seus parentes não fossem incomodados, sendo mantido sigilo até agora. Faustino Monteiro Esposel nasceu na rua dos Araújos nº 10, bairro do Engenho Velho, cidade do Rio de Janeiro em 10.8.1888. Morreu às 17 horas de 16.9.1931, residindo na época de sua morte na rua Martins Ferreira nº 23, no bairro nobre de Botafogo.

Era professor substituto da seção de neurologia e psiquiatria da Faculdade de Medicina e reputado clínico, catedrático de neurologia na Faculdade Fluminense de Medicina. Foi ainda chefe do serviço da Policlínica de Botafogo e do Sanatório de Botafogo e médico da Associação dos Empregados do Comércio. Era também sanitarista, portador por concurso do título de docente de higiene da Escola Normal do Rio de Janeiro. Fez os estudos primários na Escola Alemã, conhecia profundamente o idioma germânico. Formou-se em 1910 em farmácia e em medicina pela Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro.

Compartilhe essa notícia