Notícias de Guaratiba

Ministério Público pede contas à RIOÁGUAS sobre canais do Jardim Maravilha

Publicado em 30.10.2010

Em ofício endereçado à Sra. Neli de Almeida Cabral, atual Presidente do CEPAG, o Ministério Público através da Segunda Promotoria de Justiça de Tutela Coletiva de Defesa do Meio Ambiente e do Patrimônio Cultural da Capital, dá ciência de que foi instaurado o inquérito civil que visa apurar notícia, encaminhada pelo CEPAG, sobre o assoreamento do Valão José Sena em toda sua extensão da Avenida Barão de Cocais no Jardim Maravilha.

Clique p/ampliar/salvar/imagem

Informa ainda que foram expedidos ofícios à Subsecretaria de Gestão de Bacias Hidrográficas (RIOÁGUAS) e a Secretaria de meio Ambiente a fim de apresentarem relatório esclarecendo sobre possíveis danos ambientais causados pelo assoreamento e determinando medidas de recuperação da área.

Não só o valão José Sena como outros canais e rios da região, tais como o Canal do Piaí e Rio dos Porcos, quando assoreados ou desviados sem estudo de impacto ambiental, provocam desastres e cheias no Jardim Maravilha como os que foram causados nas últimas chuvas deste ano. A instituição também fez representação no Ministério Público acerca desses outros canais e ainda aguarda resposta da justiça.

Compartilhe essa notícia