Notícias de Guaratiba

Acabou a agonia, o Túnel Vice-Presidente da República José Alencar em Guaratiba foi inaugurado

Publicado em 06.06.2012

Uma multidão de pessoas, a grande maioria de outros bairros, encheu desde cedo a Estação da Ilha de Guaratiba e ruas em torno e próximo ao Centro Operacional Transoeste localizado na embocadura do túnel em Guaratiba para assistir a cerimônia de inauguração do Túnel da Grota Funda. Ônibus de turismo fretados levavam correligionários de políticos aliados à praça na embocadura do túnel onde ocorreria o evento. Observamos que compareceram poucos moradores de Guaratiba, talvez decepcionados com a exclusão do bairro neste início de operação do Ligeirão Transoeste.

Era a grande festa tão esperada por todos aqueles que necessitam cruzar a Serra da Grota Funda, de carro ou de ônibus. Dizia-se que seria a redenção da Zona Oeste, e como foi citado várias vezes nos discursos pronunciados, o trabalhador iria contar agora com um transporte de qualidade, mas não será ainda verdade para os moradores de Guaratiba que deverão esperar mais algum tempo pela novidade. No folheto distribuído pela Rio-Ônibus durante o evento, as estações de Guaratiba não foram citadas.

-"O que víamos no passado era Prefeito falando mal de Governador, que falava mal do Presidente que falava mal do Prefeito, e nessa briga entre o mar e o rochedo o marisco é que se ferra", disse Eduardo Paes fazendo alusão à situação da população menos favorecida que tinha sido preterida por falta de recursos dos governos federal e estadual. - "Hoje é outra realidade, com a ajuda que recebemos do Ex-Presidente Lula, agora da Dilma, do Governador Sergio Cabral, conseguimos executar obras em benefício de uma população que vinha sendo esquecida. A população da Zona Oeste".

Eduardo Paes falou da má distribuição dos investimentos em transporte que sempre aconteceu no Rio de Janeiro, e que quando recebeu o apoio do ex-presidente Lula, este teria lhe pedido que governasse para os pobres, e que vinha cumprindo a promessa.

Lula, como sempre, ovacionado e aclamado pela população fez seu discurso para o povo. Falou da posição do Brasil como sexta economia do mundo e apesar disso, foi excluído das reuniões do G-8. Reafirmou que hoje o Brasil está fortalecido e mesmo sendo a sexta economia do mundo, na frente de outros países europeus, não foi chamado para a cúpula das oito economias mais fortes do mundo. Comparou a situação do Brasil com a situação do pobre brasileiro, e disse que é difícil conseguir o espaço a que tem direito. Citou as últimas conquistas do país em termos de investimentos e geração de empregos.

-"No passado nas economias europeias o índice de desemprego era de 5 % enquanto no Brasil amargávamos 12%, hoje isso inverteu, nosso índice de desemprego é de 5% e em algumas economias europeias de 12%", disse Lula.

Brincou que os pessimistas dizem que o Brasil não estará preparado para a Copa do Mundo, mas garantiu que as obras de infraestrutura estarão prontas, e que o problema parece ser a seleção que o nosso técnico estaria com dificuldades de acertar, mas otimista garantiu que veremos a seleção jogar a final no Maracanã. - "Temos que acreditar nisso, e os jogadores também".

O discurso do Ex-Presidente foi de esperança e de otimismo, deixou claro que a obra que estava sendo inaugurada iria favorecer ao trabalhador, para trabalhar e para o lazer, mas que também iria favorecer as pessoas mais abastadas que chegariam mais depressa à Angra dos Reis e Costa Verde e aos proprietários de carros que encontrariam fluidez no trânsito.

Compartilhe essa matéria